Notícias
Santos e Ypiranga ficam no empate sem gols
Agência Negro Anil
Site Oficial : Em 23/07/2015.

O público compareceu em peso em uma das partidas mais aguardadas do Amapazão 2015. Santos e Ypiranga, clubes considerados favoritos pela estrutura com que vem se apresentado no campeonato, realizaram na noite desta quarta-feira (22), no Zerão, em Macapá, uma partida decepcionante. O resultado não poderia ser outro, o torcedor teve que amargar um empate de 0 a 0.

O jogo começou com a equipe do Peixe da Amazônia se impondo na partida e dando perigo a defesa do Clube da Torre, com jogadas de bola parada. Já o Ypiranga tinha dificuldades de trabalhar a bola no setor de meio campo, sendo obrigado a rifar a redonda com os seus zagueiros. A primeira chance do Clube da Torre foi aos 16 minutos, com o meia Adriano que recebeu a bola pela direita e chutou forte rasteiro, mas a bola foi em cima do goleiro Diego que defendeu com tranquilidade.

Aos 22 minutos, o Ypiranga que estava tímido na partida, acordou e começou a ameaçar o time do Santos. O perigo veio com a falta cobrada pelo meia Keoma, que tirou tinta da trave do goleiro do Peixe.

Aos 35 minutos foi a vez do Santos chegar ao ataque após jogada ensaiada na cobrança de falta pela esquerda. O meia Fabinho rolou a bola na entrada da área para Raí, mas o chute saiu sem direção. Aos 46 minutos, o uruguaio Acosta perdeu a última chance de balançar a rede no primeiro tempo pelo lado do Peixe. Apesar do jogo movimentado os dois times não tiraram o zero do placar.

Ainda no finalzinho do primeiro tempo, aos 41 minutos, o Ypiranga fez a última tentativa antes do intervalo. O meia Keoma chutou de fora da área, mas a bola saiu fraca para o goleiro do Peixe. Os primeiros 45 minutos foram de jogo truncado, com os dois times nervosos e cometendo muitas faltas.

Disposto a arriscar mais, o Santos iniciou o segundo tempo partindo para o ataque. Logo aos 5 minutos chegou com o meia Fabinho, que tentou de fora da área, mas o chute saiu fraco. Aos 16 minutos, o goleiro Adriano Paredão do Ypiranga evitou o primeiro gol da noite após rápida jogada do Peixe da Amazônia que começou com um lançamento do arqueiro Diego Cabral para o meia Fabinho, que lançou para o atacante André Cabeça, que passou para o zagueiro Ney chutar forte, mas o goleiro do Clube da Torre fez uma bela defesa.

Aos 17 minutos, o Peixe da Amazônia sofreu a primeira baixa na partida. Após forte dividida, o atacante André Cabeça se contundiu e precisou ser levado ao Hospital de Emergência. A suspeita é que o jogador tenha fraturado uma das costelas. No lugar dele entrou o meia Leto. O jogo ficou muito faltoso com as duas equipes errando diversos passes e chegando ao ataque apenas com a bola parada. Com o zero a zero persistindo, os primeiros torcedores começaram a deixar o estádio.

Aos 44 minutos, o Ypiranga chegou ao ataque com o meia Keoma que recebeu na entrada da área, mas a bola foi para fora. O Clube da Torre voltou a oferecer perigo ao Peixe já nos acréscimos com Rafael Tanque, que recebeu um passe açucarado e chutou na saída do gol.

Público

Nesta quarta-feira, mais de 704 torcedores prestigiaram o jogo entre Santos e Ypiranga pela segunda rodada do Amapazão. Foram arrecadados cerca de R$ 4,4 mil.

Confira como as equipes foram a campo:

Santos: 1 - Diego, 2 - Maicon Gaúcho, 3 - Wellington, 4 - Vinícius, 6 - Batata; 5 - Roberto, 7 - Lessandro, 8 - André Cabeça, 10 - Acosta; 9 - Raí e 11 - Fabinho.
Técnico: José Minga.

Ypiranga: 1 - Adriano Paredão, 2 - Serafin, 3 - Ney Carioca, 4 - Thiago Costa, 6 - Rodrigo Moraes; 5-Amaral, 7 - Adriano Miranda, 8-Leandrinho, 9 - Rafael Tanque; 10 - Keoma e 11 - Tiririca.
Técnico: Leandro Rodrigues.


Fonte: Globoesporte.com
Foto: Rosivaldo Nascimento


Mais fotos

PUBLICIDADE